Comunidade escolar aprova implantação da Escola Cívico-Militar

Duas carretas se envolvem em acidente na BR-476
4 de fevereiro de 2022
Fortes chuvas causam alagamento em General Carneiro
4 de fevereiro de 2022

Comunidade escolar aprova implantação da Escola Cívico-Militar

Na noite de quinta-feira, 03, a Prefeitura de Porto União fez a Consulta Pública para a implantação do ensino Cívico-militar no Núcleo Educacional João Fernando Sobral, no bairro Bela Vista. O método é uma oportunidade para todos os moradores de Porto União, porém a escola do Bela Vista irá sediar o ensino em 2022. A aprovação foi unanime por toda a comunidade escolar

Segundo a secretária de educação, Aldair Muncinelli, inicialmente a oportunidade será para as crianças que já são alunas da escola, porém há uma margem de reserva para novas matrículas. O encontro dessa noite foi uma das etapas que precisavam ser feitas para a implantação oficial do ensino no município, com a aprovação da comunidade escolar.

“A escola continuará sendo mantida pelo município, com o mesmo corpo docente de antes. Os monitores, que são militares da reserva, estão preparados, pois se inscreveram e fizeram curso para aplicar a disciplina de cidadania. Eles vão tratar de ética, de civismo e de outros assuntos nessa área. Aqui não será um quartel, não vamos fazer de nossos alunos soldados. Continuará sendo uma escola e vamos fazer dos nossos alunos cidadãos de bem”, destaca a secretária.

 

Edilson José Lopes, avô do aluno Artur, do 2º ano, está ansioso para que o neto possa participar. “Vejo que essa escola só vem a agregar ao ensinamento para as crianças e toda a comunidade do bairro. É uma honra para nós sermos escolhidos para receber a escola. Acredito muito que vai fazer a diferença com relação aos valores, respeito e atitudes que tem sido perdidas ao longo do tempo”, destaca Edilson.

 

O Prefeito Eliseu Mibach foi representado pelo vice-prefeito, Erico Ronsenscheg, pois está recuperando da Covid-19, em casa nesta semana.

Ainda estiveram presentes o presidente do Legislativo, Paulo Kovalski, e o vereador Walbert de Paula e Souza, um dos articuladores para a implantação do projeto em Porto União.

Além deles estiveram presentes o comandante da 3ª Companhia de Bombeiros Militar de Porto União, Capitão Marcos Colla, o representante do 5º Batalhão de Engenharia de Combate Blindado, o Coronel da reserva Gláucio Érico de Almeida Silva, direção da escola, professores, pais e alunos.