Porto União terá 25 alunos Protetores Ambientais

União Alimenta já entregou 3.300 refeições em União da Vitória neste ano
13 de maio de 2022
Carro e caminhão colidem durante a madrugada no bairro São Gabriel
13 de maio de 2022

Porto União terá 25 alunos Protetores Ambientais

A aula inaugural do Programa Protetor Ambiental (PROA), desenvolvimento pela Polícia Militar Ambiental de Santa Catarina, aconteceu na noite de quinta-feira, 12, no auditório da Secretaria de Educação, de Porto União. Um total de 25 alunos do Núcleo Educacional Jornalista Hermínio Milis, da Área Industrial, participam do programa que vai até novembro deste ano.

O 1° Tenente PM Guilherme Wilder Wolf, comandante da 3º Companhia do 2° Batalhão de Polícia Militar Ambiental e representantes da Secretaria de Educação fizeram a entrega do material didático aos alunos e também os certificados para os primeiros colocados na classificação geral da turma.

Em parceria com a Secretaria de Educação, o programa será executado pela unidade da Polícia Militar Ambiental do município, com objetivo de capacitar os adolescentes para atuarem como defensores do meio ambiente e multiplicadores dos saberes ecológicos.

O coordenador do programa em Porto União, Soldado PM Thiago Marcos Miskiewicz, destaca que a iniciativa é muito importante para a região. “O intuito é mostrar para os jovens a questão ambiental, criar valores como ética, respeito, disciplina, desenvolvendo nas crianças uma consciência ecológica para que eles possam replicar isso para os demais alunos e familiares”, destaca.

Com esse programa a equipe da Polícia Ambiental retoma as atividades pós pandemia com a população. Outros programas institucionais serão disponibilizados no decorrer do ano em parceria com as escolas de Porto União.

A diretora do Núcleo, Gisele Casagrande, afirma que a escola está muito feliz em receber esse projeto. “Nossa escola sempre priorizou muito as questões ambientais por isso, esse projeto vem a somar com todas as atividades que a gente já realizava”, afirma Gisele. Acreditamos que vai ser um trabalho maravilhoso que vai acontecer, a nossa gratidão a todos os envolvidos nesse projeto”, diz.

Os alunos que participam do programa foram selecionados por meio de uma prova aplicada do 6º ao 9º ano e agora eles terão o papel de serem replicadores do que aprenderem durante o período do curso.