Mulher é presa por tráfico de drogas no bairro São Basílio Magno.

Larvas são encontradas em doces vendidos em mercearia de Três Barras.
5 de janeiro de 2024
Esporte Total: Entrevista com Ricardo Silveira.
5 de janeiro de 2024
Larvas são encontradas em doces vendidos em mercearia de Três Barras.
5 de janeiro de 2024
Esporte Total: Entrevista com Ricardo Silveira.
5 de janeiro de 2024
Exibir tudo

Mulher é presa por tráfico de drogas no bairro São Basílio Magno.

A PM estava em patrulhamento por volta das 21h20min, desta quinta-feira, 04, pela rua Balduino Bohrer, bairro São Basílio Magno, região de grande concentração de indivíduos dependentes químicos, bem como, de indivíduos que se beneficiam desses dependentes realizando a venda de tóxicos, quando visualizou uma feminina, a qual vinha de bicicleta em direção a equipe policial, porém, ao avistar a viatura, repentinamente trocou de direção e aumentou sua velocidade, tentando acessar a ciclovia dos ferroviários.

Ela estava nitidamente tentando se desvencilhar da equipe policial, tendo em vista que ela já havia passado do acesso apropriado para a ciclovia. Ainda, a mulher, durante sua tentativa de se evadir do local, olhava repetidamente para trás, tentando avistar a posição da viatura, fatos esses somados, acabou gerando a fundada suspeita, a partir disto a equipe logrou êxito em alcançar e dar voz de abordagem a feminina, a qual ao descer da bicicleta, derrubou um invólucro branco ao chão, que estava de baixo de seu vestido.

Repentinamente, ela abaixou-se, pegou ao solo o invólucro e arremessou poucos metros ao lado. A feminina foi identificada, ao verificar o objeto arremessado ao solo, constatou-se que se tratava de três porções de substância entorpecente, análoga a crack, embrulhados em um pedaço de sacola plástica de cor branca, que após pesagem aferiu 20 gramas.

Em ato contínuo, foi pedido o apoio da viatura CPU, a fim de ser procedido a revista pessoal da abordada por uma policial feminina. Em busca pessoal, nada foi localizado com a ela. Dessa forma, a suspeita foi dada voz de prisão pelo flagrante delito do cometimento de tráfico de drogas, art. 33 da lei 11343/2006, não sendo necessário a utilização de algemas.

Informados seus direitos constitucionais, inclusive o de permanecer em silêncio, a suspeita foi conduzida em compartimento adequado da viatura até a presença da autoridade policial de plantão da 4ª SDP para apreciação dos fatos.

Cabe salientar que a quantidade de droga aprendida, qual seja, 20 gramas podem render aproximadamente 40 pedras fracionadas, prontas para venda. Ainda, a suspeita já foi detida e processada pelo crime de tráfico de drogas, e que sobre a residência em que habita recaí em seu desfavor diversas denúncias do cometimento do crime de venda de tóxicos, as quais dão informações precisas a respeito da suspeita, seja por pessoas que abordam as equipes policial, bem como, em especial a denúncia recente protocolada anonimamente junto ao 27° BPM. A bicicleta da mulher, a seu pedido, foi entregue aos cuidados de irmão da suspeita, que passava pelo local.

Fonte: 27º BPM